msgbartop
Uma nova visão de Estudo
msgbarbottom

SIMULADO DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA

Acentuação

              Na Língua Portuguesa, todas as palavras possuem uma sílaba tônica – a que recebe a maior inflexão de voz. Nem todas, porém, são marcadas pelo acento gráfico. O nosso estudo é exatamente este: em que palavras usar o acento agudo ou o acento circunflexo? Ainda existe o trema? Vamos às respostas.

As sílabas são subdivididas em tônicas, subtônicas e átonas.

A sílaba tônica é a mais forte da palavra. Só existe uma sílaba tônica em cada palavra.

Ex. Guara – A sílaba tônica é a última. xi – A sílaba tônica é a penúltima. Própolis – A sílaba tônica é a antepenúltima.

A sílaba tônica sempre se encontra em uma destas três sílabas: última, penúltima e antepenúltima.

A sílaba subtônica só existe em palavras derivadas. Coincide com a tônica da palavra primitiva. Ex. Guaranazinho – A sílaba tônica é zi, e a subtônica, na Taxímetro – A sílaba tônica é xí, e a subtônica, ta Propolina – A sílaba tônica é li, e a subtônica, pro Todas as outras são denominadas átonas.

Quando a palavra possuir uma sílaba só, será denominada monossílaba.

Os monossílabos podem ser átonos e tônicos. Os tônicos são aqueles que têm força para serem usados sozinhos em uma sílaba; os átonos, não. Portanto serão monossílabos tônicos os substantivos, os adjetivos, os advérbios, os numerais e os verbos.

Regras de Acentuação

Monossílabos Tônicos: Os monossílabos tônicos serão acentuados, quando terminarem em A, E, O, seguidos ou não de s.

Ex. pá, pás, má, más, vá, lá, já.      
pé, pés, mês, rês, Zé, né?      
pó, pós, dó, cós, pô!

Oxítonas: São as que têm a maior inflexão de voz na última sílaba. São acentuadas, quando terminarem em A, E, O, seguidos ou não de s, e em EM, ENS.

Ex. Corumbá, maracujás, maná, Maringá.      
rapé, massapê, filé, sapé.      
filó, rondó, mocotó, jiló.      
amém, armazém, também, Belém.      
parabéns, armazéns, nenéns.

Paroxítonas: São as que têm a maior inflexão de voz na penúltima sílaba. São acentuadas, quando terminarem em UM, UNS, L, ÊEM, PS, X, EI (s), ÃO (s), U (s), ditongo crescente (s), N, ÔO, I (s), R, Ã (s).

Ex. álbum, factótum, médiuns.      
ágil, flexível, volátil.      
crêem, dêem, lêem, vêem.      
fórceps, bíceps, tríceps.      
tórax, xérox (também pode ser xerox), fênix.      
pônei, vôlei, jóquei.      
órgão, órfãos, sótão.      
ônus, bônus.      
Mário, secretária.      
hífen, pólen, gérmen.      
vôo, côo, entôo.      
táxi, júris.      
fêmur, âmbar, revólver.      
ímã, órfãs.

Proparoxítonas: São as que têm a maior inflexão de voz na antepenúltima sílaba. Todas as proparoxítonas são acentuadas, salvo a expressão per capita, por não pertencer à Língua Portuguesa.

Ex. síndrome, ínterim, lêvedo, lâmpada, sândalo.

Os ditongos eu, ei, oi / éu, éi, ói somente receberão acento, quando forem abertos, seguidos ou não de s.

Ex. meu, chapéu, deus, troféus.
peixe, anéis, rei, réis.
doido, estóico, foice, destrói.

As letras i e u serão acentuadas, independente da posição na palavra, quando surgirem:

Formando hiato tônico com a vogal anterior. Sem consoante na mesma sílaba, exceto o s. Sem nasalização (til, NH e ressôo nasal).

Ex. saída, ataúde, miúdo.
sairmos, balaústre, juiz.
rainha, ruim, juízes.

Os grupos que, qui, gue, gui devem ser analisados com muito cuidado, pois podem surgir com trema, com acento agudo ou sem sinal gráfico algum. Vejamos então:

01) Quando o u for pronunciado atonamente, ou seja, quando as três letras participarem da mesma sílaba, sendo o u pronunciado, deveremos colocar trema sobre ele.

Ex. se-qüên-cia, cin-qüen-ta.      
tran-qüi-lo, qüin-qüê-nio.      
a-güen-tar, en-xá-güem.      
ar-güi-ção, lin-güi-ça.

02) Quando o u for pronunciado tonicamente, ou seja, quando o e ou o i formarem hiato com o u, deveremos colocar acento agudo sobre o u. Isso ocorre somente com alguns verbos da Língua Portuguesa. Vejamo-los:

Averiguar, apaziguar e obliquar: As pessoas eu, tu, ele e eles do Presente do Subjuntivo são as únicas a receberem o acento agudo.

Ex. Que eu averigúe, tu averigúes, ele averigúe, eles averigúem. Que eu apazigúe, tu apazigúes, ele apazigúe, eles apazigúem. Que eu obliqúe, tu obliqúes, ele obliqúe, eles obliqúem.

Significado dos verbos:

Averiguar = examinar com cuidado; verificar.
Apaziguar = pacificar, acalmar.
Obliquar = Proceder maliciosamente; caminhar obliquamente.
Argüir e redargüir: As pessoas tu, ele e eles do Presente do Indicativo são as únicas a receberem o acento agudo.
 
Ex. Tu argúis, ele argúi, eles argúem.
Tu redargúis, ele redargúi, eles redargúem.
 
Significado dos verbos:
Arqüir = acusar; censurar; argumentar; examinar, questionando ou interrogando.
Redargüir = Replicar, responder argumentando; acusar, recriminar.

Acentos Diferenciais

As únicas palavras que recebem acento para serem diferenciadas de outras são as seguintes:

ás = carta de baralho, piloto de avião. Ex.: O ás é a carta mais valiosa no pôquer.

às = contração da preposição a com o artigo ou pronome a. Ex.: Obedeço às regras.

as = artigo, pronome oblíquo átono ou pronome demonstrativo. Ex.: As garotas aprovadas são as que estão na sala ao lado. Chame-as.

côas, côa = 2ª e 3ª pessoas do singular do presente do indicativo do verbo coar. Eu côo, tu côas, ele côa.

coas, coa = contração da preposição com com o artigo a ou as. Ex.: Ele não se encontrou coas garotas.

pára = verbo parar na terceira pessoa do singular do Presente do Indicativo. Ex.: Ele não pára de conversar Ou na segunda pessoa do singular do Imperativo Afirmativo. Ex.: Pára com isso!

para = preposição. Ex.: Estude, para seu próprio bem.

péla, pélas = bola de borracha, jogo da péla; verbo pelar (tirar a pele) na segunda e na terceira pessoas do singular do Presente do Indicativo. Eu pélo, tu pélas, ele péla.

pela, pelas = preposição antiga per mais artigo ou pronome. Ex.: Ele fugiu pela porta da diretoria.

pélo = verbo pelar. Ex.: Eu pélo, tu pélas, ele péla.

pêlo, pêlos = cabelo, penugem. Ex.: Arrancou-lhe os pêlos do braço.

pelo, pelos = preposição per mais artigo ou pronome. Ex.: Ele fugiu pelos fundos.

pera = preposição antiga (o mesmo que para).

pêra = fruto da pereira. Ex.: Comi uma pêra no almoço.

Observe que pêra só tem acento no singular. Ex.: Comi umas peras no almoço.

pode = terceira pessoa do singular do Presente do Indicativo do verbo poder. Hoje ele pode.

pôde = terceira pessoa do singular do Pretérito Perfeito do Indicativo do verbo poder.

Ontem ele pôde.

pólo, pólos = as extremidades de um eixo; espécie de jogo. Ex.: Foi campeão de pólo aquático.

pôlo, pôlos = espécie de ave. Ex.: Matei dois pôlos ontem.

por = preposição.

pôr = verbo. Ex.: Menino, vá pôr uma blusa, antes de sair por aí.

EXERCÍCIOS NAS PRÓXIMAS PÁGINAS

Pages: 1 2 3 4

Leave a Comment